sexta-feira, 15 de agosto de 2008

Problema de gravidade

_ Mamãe, por que é que a gente fica na Terra?
_ Como assim, meu filho?
_ Por que é que a gente fica pregado, na Terra?
_ No chão, você quer dizer?
_ É. Por que é que a gente não sai voando?
_ Bem, a gente não sai voando porque não tem asas e porque não foi feito para voar. A gente fica preso na Terra por causa da força da gravidade.
_ O que é isso?
_ É uma força que atrai tudo o que está na superfície para o centro da Terra. Ela mantém tudo o que está aqui, grudado no chão.
_ Tudo?
_ Tudo, meu filho.
_ Até os prédios?
_ Até os prédios, até os elefantes, tudo, tudo.
_ Menos os passarinhos, né?
_ Rsss... a gravidade atua sobre os passarinhos também, só que eles têm asas e por isso, voam.
_ Então é uma força muito forte, né, mamãe?
_ Muito, muito forte, meu filho.
_ Mais forte que os dinossauros?
_ Muito mais forte que os dinossauros.
_ Mas... e se força da gravidade acabar?
_ Isso não vai acontecer.
_ Como é que você sabe? Porque os dinossauros também eram muito grandes e muito, muito fortes e acabaram, né?
_ É, filho. Mas a gravidade não vai acabar.
_ Promete?
_ Prometo. As chances da gravidade acabar são iguais às chances do oxigênio acabar.
_ O oxigênio também pode acabar? Ai, meu Deus!...

12 comentários:

Virgínia disse...

Penso a mesma coisa que o Montanha... já pensou se acaba ou dá uma diminuidinha?
Sem contar que esse negócio de galáxia infinita é demais para mim!

Cláudia disse...

o que não acaba nunca é a curiosidade dele.
beijo

Luci disse...

e por ai vai...rs!
grande Montanha!

***
obrigada pelo carinho!
momentos difíceis sim, mas se tem uma coisa inevitável na vida é a morte... mas ver a morte do grande amor é uma grande dor, que vai doer para 100pre. infelizmente.
bj!

Ramon Silva disse...

Ainda bem que ele não caiu no seguinte questionamento:

- Os dinossauros eram mais pesados que os passarinhos?

- Sim, muito mais.

- E porque a gravidade consegue segurar o dinossauro no chão e o passarinho não?

Iúna disse...

criança é algo de indizível, e mãe é um porto seguro sem igual, amei.,

Patricia Daltro disse...

Concordo com a Cláudia,
a curiosidade infantil é infinita. rs

ANNA disse...

Garoto de visão de longo alcance este Montanha!
Essa curiosidade vai levá-lo longe, pode crer.
Beijo
(urb)Anna

"a" MH disse...

criatividade e curiosidade quase tão infinitas quanto a gravidade!

beijo

Ana Téjo disse...

Virgínia,
A novidade agora são átomos e buracos negros. Deus me ajude!

Clau,
Nunca, nunca, nunca... nunca. Afff!

Ana Téjo disse...

Luci,
E eu que vá me informando pra responder de maneira que o convença.
Vou retomar meus contatos, queridas. Algumas coisas na vida não deviam nunca se perder. Fiquei encantada com a sua serenidade e firmeza.

Ramon,
É só uma questão de tempo.

Ana Téjo disse...

Iúna,
A gente faz o que pode...

Patrícia,
Nem me fale...

Ana Téjo disse...

Anna,
Deus queira. Porque no futebol, eu já perdi as esperanças.

MH,
Do tamanho do universo. Ou mais.