quinta-feira, 13 de setembro de 2007

Subwoofer

Fico aqui, pensando... o que será que acontece com os cachorros quando eles saem de moda? Alguém dirá: ora, os criadores param de cruzá-los, naturalmente. Sei... Só que pensa só no risco do collie, do pastor alemão ou do husky siberiano voltarem à moda? Os últimos, coitados, foram a Lassie que a Elizabeth Taylor levava para passear quanto tinha 14 anos (a Lizzie, não a Lassie) e o Rin-tin-tin, que arrastava o Cabo Rusty quando ainda nem existia TV a cores. TEM QUE HAVER uns bichos em idade reprodutiva para dar início a uma nova onda de filhotes, não é? Se não, o que faremos? Importaremos embriões congelados de poodles toy de algum banco de criogenia canina?

O fato é que eu sei, você sabe e todo mundo sabe que o cachorro da moda é o Labrador. Aquele, grandão, mais ou menos peludo, com cara de boa gente, mas outro dia, eu fiquei mesmo com vontade de ter um doberman. Aquele pretão, grandão, com cara de bravo, que – dizem as más línguas – foi uma raça desenvolvida pelos alemães na época da Segunda Guerra Mundial.

Pois bem. Estava eu em uma reunião sobre aparelhos de som e home theaters (não, isso não é assunto de meninos. Aposto um iPod pink, como eu entendo mais de aparelhos de som e home theaters que muito marmanjo barbudo por aí! Ah, e se quiserem discutir carros com tração 4x4, eu também topo.), quando o gerente de produto começou a falar em “subwoofer”.

_ Ah, porque esse equipamento tem subwoofer... porque o subwoofer reforça os graves e... ah, esse aqui tem um sobwoofer com woofer de 25 cm e Massive Bass System...

E eu ali, interessadíssima naquele conteúdo eletrizante, comecei a pensar no nome “subuúfer”, “subuúfer”. “subuúfer com uúfer”... gostosa, essa palavra. Me divirto pensando nos meninos que programam o filtro de buscas de um site. Uma das missões deles é garantir que as pessoas encontrem o que estão procurando, mesmo quando digitam a palavra errada, ou seja, eles devem fazer um filtro à prova de analfabetos (ou quase). E lá vai o cabra, procurar um subuúfer para incrementar o som da sua Brasília 77, caramelo. Ele junta uma grana e entra no site, cheio de amor pra dar. Só que não tem a menor noção de como se escreve o nome do troço. E lá vai ele: subuúfer, çubiúfi, subiuúfi, ssubiúfi...

Mas a melhor função para o nome é mesmo a que eu pensei primeiro. Subwoofer é o nome perfeito para um doberman, daqueles bem pretos, bem com cara de maus.

_ Subwoofer, junto!
_ Subwoofer, rola!
_ Subwoofer, dá a patinha! Finge de morto!

Não ia ser legal? A dúvida é: será que eu ainda consigo arrumar um doberman hoje em dia?

É... Essas reuniões de produto são mesmo muito produtivas.

23 comentários:

Renata disse...

Nossa, tb adorei esse nome!!!!!
Vc ainda encontra dobermans sim. Mas se quiser uma forma mais prática de ter um doberman, pode comprar um "doberminho", apelido ridículo e engraçado que dão para os daschunds (ou teckels) pretos, como a minha Zelda Flávia, que é esposa do Toledo Antônio e mãe da Madô (alcunha para Maria Domitila). O legal é que é um doberman de bolso, ideal pra apartamentos...rs.

Veja nesse link: http://www.veludo.net/site/imagens/teckel02.jpg

Mas alguma coisa me diz que você não quer mesmo um cachorro....rs

Bjos.

LED disse...

Ana - um Dobermann, Labrador ou outras feras similares, quando se manifestam a 50 HZ, realmente não incomodam, se não abocanharem uma perna.
Insuportável mesmo, é o pequinês do vizinho, latindo a 20.000 HZ!!!
Haja ouvido, paciência!

ANNA disse...

Hahaha, bem produtivas as reuniões!!!
A Lucia do frankamente também falou sobre esse tal de subwoofer há algum tempo...
Sobre cachorros eu entendo um pouco mais do que "subwoofers".
Tenho uma labradora linda, mas comprei antes de ser moda. A coitadinha já está com quase 7 anos e a minha sobrinha de quase 3 rola com ela na grama o dia inteiro!
Cachorro é bom demais!!!
Beijo

Rodolfo Barreto disse...

Ora, é só ir no google.
Coloca dóbberman, dobermam ou double man surround que você acha.

Adauto disse...

"Cachorros da moda"... Ainda guardo na lembrança uma cachorrinha totalmente irritante que tinha na casa de um amigo de meu pai. Seu nome era Laika e era uma... Pequinês!

Nunca mais vi esse bicho por aí...

E no tocante a reuniões, meu amigo, o Bicarato, encontrou um programa perfeito para fazer bonito: um tal de "Embromation". Já testei essa encrenca e não é que funciona? Ele postou o link hoje lá no site dele: http://www.alfarrabio.org .

[ ]s!

Cláudia disse...

Quando penso em dobermans, filas, dogues alemães, labradores, ou qualquer outro cachorro grande, penso imediatamente no tamanho e no volume do cocô despejado.
beijo

Gastón disse...

Primeiro: não deixa o Piva saber disso.

Segundo: se eu tivesse um labrador, colocava nelo o nome de twiter.

Mabel disse...

Realmente, quanto maiores esse cães, mais porcos são. E cínicos.
Agora, quando ao volume - iaarrch, grooooss. Aqui neste blog, sempre cheiroso, essas considerações não valem... rs
Ana - parabéns pelo bem humorado e espitituoso texto !

angela disse...

ah, acho q esse nome combina bem com um sheepdog, aqueles imensos, peludos, parecem um tapete(lembra da Priscia do tv colosso!!), pq vc chama, e sente as pisadas do bicho no chao, de tao pesado q ele eh, hahaha, o chao treme, igual qdo o povo liga o som no maximo!!!! bj

Anônimo disse...

Pequinês!!!! Esses viraram lhasa apso ou shih tzu (saúde!). E tinha a lenda de que os olhos deles saltavam se se puxasse a pele da cabeça pra trás. Mas mini dobbermas mesmo é o pinscher.
Bjs. Rosana.

MH disse...

Outro dia vi um cara passeando com um dobberman na rua e pensei exatamente isso: nossa, quanto tempo não via um dobberman, saiu de moda... agora é só labrador e golden retriever!

Gosto mesmo é da minha charmosíssima cocker tricolor de fígado. Aqui no bairro tem algumas, parentes, vieram do mesmo criador. Em Piracity, todo mundo olha, nunca viram essa cor, o vizinho da frente ficou embasbacado.
Reunião é produtiva, leitura é produtiva. Tudo adubo para mentes divagantes. Anda difícil seguir o fio da meada dos meus pensamentos, tá pior que labirinto.
Deu pra perceber?

mc disse...

o próprio som de "subwoofer" já me faz pensar em "au, au" em inglês (ruf, ruf!)

Lala disse...

Sem contar que cachorro grande chamado Subwoofer é quase batizado por onomatopéia!
Beijos!

Ana Téjo disse...

Renata,
Muuuuiiiiito obrigada, querida. Mas vou pular a oportunidade de ter um doberman de bolso. Quase matei o chiuaua do vizinho, de tanto nervoso que o bicho me dava.
Quanto a não querer "mesmo", acho que você tem razão, mas fica só entre nós, tá? Senão, daqui a pouco vem um defensor empedernido da Soc. Protetora dos Animais aqui, dizer que eu sou uma bruxa cruel e sem coração.

LED,
Nem me fale. Lembra, aqui mesmo, da história do Pequeno Johnny? Affff!

Ana Téjo disse...

Anna,
Eu lembro.
Labradores são mesmo muito simpáticos. A minha prima tem um que nada na piscina o dia inteiro e mergulha feito um profissional.

Rodis,
Vou tentar com "double man surround" que achei mais divertido. Será que vai aparecer um par de gêmeos albinos japoneses, simulando os efeitos estéreo do filme?

Ana Téjo disse...

Adauto,
Que Deus e a Soc. Protetora dos Animais me perdoem, mas vamos combinar que os pequineses já foram tarde?
Vou lá conhecer o espaço do seu amigo.

Clau,
Eca!

Ana Téjo disse...

Gastón,
O importante é que o job foi entregue, com qualidade, no capricho e, principalmente, NO PRAZO!
Não sei... acho que tweeter combina mais com um bicho daqueles, que latem fininho...

Mabel,
Que bom que você gostou.

Ana Téjo disse...

Angela,
Também combina. Se algum dia eu for morar nos Alpes suíços e decidir criar ovelhas para tosquiar e vender a lã, vou considerar a possibilidade de ter um sheepdog. Se bem, que cá entre nós, eu ainda preferia fazer sachês de lavanda.

Rosana,
Jura que esse negócio de puxar a pele da cabeça funciona? Hmmmm...

Ana Téjo disse...

MH,
O que é tricolor de fígado?

MC,
A idéia é essa mesmo. Um nome onomatopéico (ou será onomatopáico?).

Ana Téjo disse...

Lala,
Merecidamente, não?

MH disse...

fígado é o tom de marrom (liver). Tricolor de fígado: marrom predominante, com branco e dourado. Podia chamar tricolor de chocolate, né? Mais charmoso...

pecus disse...

Onomatopaico.

Ana Téjo disse...

MH,
Muito mais charmoso. Mas o bicho deve ser uma graça, de qualquer modo.

Pecus,
Integralmente.
Bom vê-lo por aqui.