quarta-feira, 2 de janeiro de 2008

A Fuga – Parte I

Não que isso seja assunto para o primeiro post do ano, mas os meus filhos viviam pedindo um “bichinho de estimação” e por mais que eu argumentasse que peixe era um bicho perfeitamente válido, eles contra argumentavam dizendo que era muito pouco interativo. Queriam um cachorro, uma iguana, uma cacatua... Resolvemos o impasse assim: vocês podem ter até uma girafa ou uma zebra, desde que seja na casa do papai.

Hoje, eles têm um hamster e por mais que tentem me convencer de que aquilo é parente dos esquilos, ninguém me tira da cabeça de que trata-se de um rato. Eu sei que pessoas boas costumam ter amor por todas as criaturinhas de Deus, mas não é meu caso (o amor pelas criaturinhas, não a bondade).

Só que no fim do ano o pai deles foi viajar e... adivinha só?

_ Mamãe, mamãe, o Chiribum pode ficar na nossa casa?
_ Chiri-quem?
_ O Chiribum, mamãe, nosso hamster.
_ Ah, não! Pelamor! Vocês sabem que eu ODEIO ratos!
_ Mas, mamãe, ele não é rato. Ele é um es...
_ E por que ele não pode ficar na casa do papai?
_ Porque ele vai viajar.
_ Por quantos dias?
_ Dez.
_ E se vocês deixarem BASTANTE comida na gaiola do bicho?
_ Ele morre, né, mamãe? O coitadinho vai morrer de sede.
_ E se a gente deixar uma Coca Light grande pra ele?
_ Ah, mamãe, por favor...
_ Tá bom, tá bom, mas ele vai ficar na área de serviço, ok? E é mais fácil um boi voar do que eu deixar vocês colocarem o troço dentro daquela bola plástica pra ele ficar rolando pela casa.

O fato é que o bicho ficou lá em casa por dez longos dias. E, não. Eu não me apeguei a ele. E, não. Não achei bonitinho, nem fofinho, nem engraçadinho. Nem por um minuto. É. Eu não tenho coração. Finalmente, chegou o dia da partida.

_ Como é que esse troço vai pra casa do seu pai, minha filha? Porque é mais fácil outro boi voar do que eu colocar essa gaiola cheia de palha no meu carro, que vai sujar tudo, e derramar e...
_ Pô, mamãe! Não chama ele de troço! E não se preocupe. O papai fez um trailer pra ele.
_ Um “o quê”?
_ Um trailer, mamãe. Um veículo especial para transporte. Ele usou duas caixas de sorvete ligadas uma à outra por um copo de requeijão. E tem até teto solar, ó. Ele cortou um pedaço da tampa e prendeu uma capa de CD. E do outro lado tem umas aberturinhas pra ele respirar.
_ Ok. Então pega o tro... o seu animalzinho enquanto eu vou descendo com o seu irmão pra garagem.

Dez minutos depois...

_ Filha, o que diabos aconteceu? A gente está criado raízes aqui! Cadê você com o bicho?
_ Buááááá!
_ Filha, o que foi?
_ Buááááááááááá!
_ O que aconteceu, minha filha? O troço te mordeu? Porque se mordeu, eu vou aí, pego ele e...
_ Nãããão, mamãe. E PÁRA de chamar ele de “troço”. Ele fugiu, entendeu? Fu-giu!
_ O que????????? Pra dentro da nossa casa ou pra fora?
_ Pra dentro.

Pausa para estado de choque.

(continua)

24 comentários:

angela disse...

affffffffffff.........tb detesto, argh....mas se vc tá aqui bem viva contando a estória, deve ter se resolvido de algum jeito, hahaha

"a" MH disse...

hahahhahaha

eu até aprendi a gostar de ratinhos na época da psicologia, no laboratório de comportamental. No segundo ano cheguei a ser monitora, ajudando a cuidar dos bichinhos. Mas superei a insanidade, e o mais perto que chego de gostar de rato é ratatouille, o filme. Até com capivara eu implico! (parece um hamster gigante, já reparou??)
welcome back e feliz 2008!
beijo

I hate Ammospermophilus leucurus disse...

Gozado MH - nada contra capivaras mas sabe que eu também implico? Roedores, como um todo, são repugnantes.
E Ana, hamsters são roedores sim - vide classificação no Wikepedia, em inglês (http://en.wikipedia.org/wiki/Hamster), pois pessoas do conteúdo do espetacular Wikepedia na lingua portuguesa ainda não descobriram que os bichinhos fazem parte de uma Nova Família de Ratos e Camundongos".
Agora vou ter que comprar duas camisetas da linha I HATE.
Affff....

Lala disse...

Ah vai... bonitinho que só.

Eu na infância tive um Hamster. Meu pai ganhou de presente de amigo secreto na "firma". Depois, descobrimos que não era UM hamster, era UMA hamster, que ela estava prenha e teve NOVE filhotes e que o amigo secreto na verdade era um grande filho da *&^%!

Quando ela morreu, a Liú, choramos cântaros. Minha mãe ficou dias nos convencendo de que ela estava mais feliz lá, no céu dos ratinhos.

Beijo!

Ana disse...

Ana
esse bicho roi tudo pela casa! Ja ouvi relatos de que entrou no sofa e roeu tudo por dentro! (so pra te assustar..rs)
Mas isso é castigo por vc nao gostar de um bichinho tao fofinho.
BJs

Luci disse...

passo um tempão 100vir aqui e encontro uma situação ... caótica?! rs!
quer que eu mande meu gato ai pra ajudar na busca?!
(não conta pro Montanha!)
***
feliz 2008! com tudo que há de melhor na vida, tá?!
***
adorei o post da flor do homem da mesma mulher!

Codinome Beija-Flor disse...

Lembrei do filme "A Fuga das Galinhas" (risos)
Eu também prefiro essas criaturinhas bem, mas be, bemmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmmm longeeeeeeeeeeeeeeee.
Bjs

alice disse...

Aiiiiiiiiiii... tô me contorcendo pra saber a continuação da história.
Rs...

Abração! E um ano maravilhoso pra você! (Sem hamsters!!!)

yaralucas disse...

Pior se fosse um macaco. Macacos são terríveis, principalmente se você é criança e vai ao circo e a chimpanzé mais tosca e fedorenta tem o seu nome. é trauma pra todaumavida :O) quando o circo faliu eu quase dei uma festa, hehehe. Mas aposto que a macaca ainda vive, acho que os macacos duram uns 100 anos. Hamster vive só uns 5, viu como os hamsters são melhores? :o)

Anônimo disse...

Chiribum, lindo nome. Pra pegar ele tem que montar uma armadilha com queijo, que ele cai como um patinho...ops...ratinho. Queijo na gaiolinha, perto de onde ele se escondeu.
Bjs. Rosana.

Ana Téjo disse...

Angela,
Por pouco, querida. Por pouco.

MH,
Pelamordedeus! Acabo de lembrar porque não fiz psicologia. Hoje, ratos, só os da Disney, em desenhos animados.
Não implico com capivara porque tenho um amigo querido que responde por esse apelido, já com paca...
Um dia eu conto do dia em que meu pai comprou uma paca para o almoço!

Fabi disse...

Ainda bem q foi pra dentro, rapidinho acha, tadinho, tao simpatico. Tive um chamado Rivelino que eu levava pra pracinha pra dar umas voltinhas.

ME disse...

Mã, amei o post, te amo!!

ME disse...

Queridos leitores da mamãe:

Vamos começar deixando uma coisa BEM clara, vocês conhecem o Mickey, certo? O Tico e o Teco também?
ÓTIMO!!! ( :) ) O Mickey é um RATO pq ele tem rabo, focinho comprido e orelhas grandes. Já o Tico e o Teco, tem pequenas orelhas um rabinho discreto focinho curto e comem com as mãos. O Chiribum é SIM um roedor e esquilos SÃO roedores, assim como pacas, capivaras, castores, ratos e esquilos (ok, I hate Ammospermophilus leucurus?)

Por favor, não mandem gatos lá pra casa... Meu bb já foi recuperado (graças a Deus)!!!

ludonato.blogspot.com disse...

estou me contorcendo de rir... desculpe, mas é verdade, eu imagino a situação ... bem podia ser pior, pq minha irmã arrumou uma cobra... quer pior?
ainda bem que não moro mais com a mamãe!!!estou querendo ler a fuga parte 2 !!!

Ana Téjo disse...

I hate,
Até os coelhinhos fofinhos e peludinhos?
Em tempo, dá pra encomendar uma camiseta dessas pra mim também?

Ana Téjo disse...

Lala,
Amigo??? Fico cá imaginando que espécie de amigo dá de presente um hamster fêmea com NOVE filhotes na barriga. E sei, por fotos, felizmente, que quando nascem eles são ainda mais "graciosos", não? Me deu arrepio só de ler sua história.
Sobre a Liú, se quiser matar a saudade, é só me avisar, tá?

Ana,
Deve ser castigo. Só pode ser castigo. Afff!

Ana Téjo disse...

Luci,
Se eu também não ODIASSE gatos, aceitaria de bom grado. Tente entender minhas limitações, querida. Não sou muito amiga dos bichinhos, mas no fundo (beeem no fundo) tenho bom coração.
MUITO bom te ver por aqui, viu? Feliz 2008 também.
E pódeixar que eu mando lembranças ao "homem da mesma mulher".

Beija-flor,
Ainda bem que hamsters não voam...

Ana Téjo disse...

Alice,
Obrigada, pra você também.
A continuação vem por aí. Aguarde.

Yara,
Macaco????????? É mais fácil um boi voar do que eu permitir algo maior que um hamster lá em casa.
Cinco anos, hein? Quanto tempo será que ele ficou na pet shop?...

Ana Téjo disse...

Rosana,
Queijo? Você acredita mesmo, de coração, que eu, uma ratazana por natureza, colocaria um pedaço do MEU queijo para recapturar o tro... o bichinho das crianças?
Chiribum foi nome escolhido pela minha filha. Melhor não pensar no que será dos meus netos, não é?

Fabi,
Muuuuito boa essa idéia de levar pra dar umas voltinhas numa praça...

Ana Téjo disse...

Meu amorzinho,
Que bom.
Obrigada pelos esclarecimentos aos leitores.
Só não vale contar o final da nossa história, né? Como é que vai ficar a audiência da mamãe?
Te amo,

Mamãe

Ana Téjo disse...

Lu Donato,
Ainda vai piorar. Muito. Você vai ver só.
Agora, uma cobra? Pelamordedeus! Uma cobra, ninguém merece.

ANNA disse...

Ana, eu tb não sou a maior fã destes bichinhos não. Entendo toda a sua aflição e rejeição pelo Chiribum.
Tens o meu apoio.
E o final da história, estou aflita por saber.

Em tempo...
FELIZ 2008! Muitíssimas felicidades, amor, saúde, paz e realizações para vc e a família toda! Tá bom, até para o Chiribum, vai...

Beijo
Anna

Ana Téjo disse...

Anna,
Nem me fale, nem me fale.
O final vem por aí. Pode ter certeza.
E obrigada, querida. Feliz tudo pra você e para o maridão em nome de todos nós (até do Chiribum).