quarta-feira, 24 de setembro de 2008

Anti-matéria


_ Mamãe, o que são átomos?

_ Meu filho, o que você anda assistindo? Talvez você devesse ver mais Discovery Kids, que tal?

_ Mas o que são átomos?

_ Ai, Xisus. Lá vamos nós. Átomos, pelo que eu me lembro, são a menor partícula da matéria.

_ A menor?

_ Quase. Porque os átomos são formamos por partículas ainda menores, mas isso não vem ao caso.

_ Hmmm... como assim, “matéria”?

_ Matéria é tudo, filho. Tudo o que tem massa.

_ Massa?

_ Tudo o que você consegue pegar é matéria.

_ Ahnnn... tudo?

_ Tudo o que você consegue pegar.

_ Até as plantas, os vulcões, os dinossauros?

_ Tudo isso.

_ Mas os dinossauros estão extintos!

_ Mas você pode pegar nos esqueletos deles. Então, eles são matéria.

_ Mas os fios de alta-tensão não são, né? Porque eu não posso pegar.

_ Eles também são matéria, filho. O problema é que você sabe que não deve pegar porque vai tomar um tremendo choque, né?

_ O Peru é matéria?

_ O país ou o bicho?

_ O país.

_ Um país não é matéria, filho. Um país é um território, uma convenção política, mas tudo o que tem no Peru é matéria: as lhamas, as Cordilheiras dos Andes, as ruínas incas...

_ A Lara Croft é matéria?

_ Hmmm... é.

_ E tudo isso é átomo?

_ Tudo isso é átomo, sim senhor.

_ Tudo, tudo?

_ Tudo, tudo.

_ Até um filhotinho de dinossauro bem pequenininho? Até aquela poeirinha que fica no cantinho da parede?

_ Até ela.

_ E o buraco negro?

_ O que é que tem o buraco negro, filho?

_ Ele também é matéria?

_ O buraco negro é anti-matéria, filho. Quer dizer, eu acho que é. Ou talvez tenha a ver com uma área de gravidade muito, muito alta, que atrai tudo para dentro dela. A verdade é que eu não lembro direito.

_ Jura?! E o que é anti-matéria?

_ Anti-matéria é o oposto da matéria.

_ Entendi! As coisas que eu não posso pegar, né? Os anjos, a fada do dente, o coelho da Páscoa...

_ Não, filho. Não é bem assim.

_ E como é então?


Ai, Xisus! Tem algum astrônomo lendo isso, para acudir uma mãe em agonia?

8 comentários:

Rodolfo Barreto disse...

Ei, colar não vale. Responde ou passa.

RM disse...

hahaha demais!

ANNA disse...

Eu tô falando...
Esse garoto vai longe, muito longe!
As perguntas dele são fantásticas pra idade!
Beijo
(urb)anna

Virgínia disse...

Acho melhor dar uma bloqueada nos Discorev por aí! ashduahsdauh Ou assistir com o Montanha; o que negócio está ficando complicado! ;)

MH disse...

hahahhaa

deve ser desesperador! O nível das perguntas sobe a cada dia... e a gente se diverte às suas custas. Sorry! :-)

R. disse...

Hahahahaha
acompanho seu blog sempre e me divirto...fico impressionado como ele gosta de dinossauros, burracos negros e da Lara Croft, ahhahaha.

Thales disse...

Uau, esse garoto vai longe!

Ó, é + ou - assim:

Anti-matéria é que nem matéria, tem peso e ocupa espaço, mas se você encostar uma na outra elas explodem. Mas não precisa se preocupar, porque anti-matéria não ocorre na natureza, se você quiser um bocadinho precisa fabricar, e fabricar anti-matéria é tão complicado, mas tão complicado, mas tão complicado, que os cientistas só conseguem fazer uma partícula subatômica de cada vez, e elas desaparecem quase que instantaneamente assim que são criadas, porque encostam na matéria em volta e explodem, e a explosão é tão fraquinha que precisa de um sensor ultra sensível para detectar.

Já buracos-negros são feitos de matéria mesmo, mas super ultra hiper compactada. Se a Terra virasse um buraco-negro, tudo nela seria esmagado tão esmagadinho que ficaria menor que um grão de areia.

Ajudou :)

ROSA AZUL disse...

Oi Ana,

Eu acho que os verdadeiros exames dos colegios sao dados pelos filhos.
Ha materias que em tempos de estudante pensamos que sao aborrecidas e nao queremos saber daquilo para nada...inclusive desenvolvemos ate um certo "odio" pelo professor/a so' que mais tarde vem^ os filhos que ate'
parecem que ja vem^ programados para testarem os pais.
Um beijo desde Londres.