quarta-feira, 12 de março de 2008

A ditadura da juventude (para homens)

_ E então, que tal a tintura?
_ Ah, tá ótima. Você ficou parecendo muito mais jovem.
_ Mas será que não ficou um pouco artificial?
_ Imagina! Tá naturalíssimo. Eu conheço milhares de pessoas que têm cabelo cor-de-abóbora queimada. É o último grito. E você tem a pele jovem, nem parece um maracujá-de-peruca. Ninguém vai notar.
_ E o combover?
_ Ah, o combover ficou uma obra-prima. Você tá parecendo o Rei-Leão.
_ Mas não tá dando pra ver o fundo?
_ Tipo aquário, você diz? Nããão! Tá fartíssimo. Peraí. Penteia só essa mechinha mais pra cá. Pronto.
Sensacional.
_ Escuta... e se ventar, hein?
_ Uééélllll, se ventar, só tem dois jeitos: ou você se coloca a favor do vento, ou põe uma fivela.
_ E eu posso fazer tudo, tudo?
_ Pode, com cautela. Até porque, você não vai querer que alguém desconfie que você é careca, né?

5 comentários:

Cassio disse...

Maldade :)

Cláudia disse...

Meu endocrinologista faz reflorestamento na careca. Aqueles tufinhos que dizem que fica suuuuper natural
Na primeira consulta eu mal pude prestar atenção ao que o homem dizia, só olhava praquilo pensando: pra quê isso?

Mas penso que ficar careca deve ser um terrível drama masculino, tadinhos.

beijo

Anônimo disse...

ô Ana - morri de dar risada, apesar de nem de longe precisar de algo parecido. Agora, topa duplicar esse divertido post, abordando infindáveis outros recursos, usados da cabeça até os pés, por pessoas que acreditam ninguém notar?
L

Ana Téjo disse...

Cassio,
O tempo maltrata.

Clau,
Parece cabelo de boneca.
Mas, quer saber, eu não chego a ter pena, não. Mulheres sofrem de males semelhantes.

Ana Téjo disse...

L,
Graças a Deus.
Topo sim, meu amor. Claro que topo.