domingo, 16 de março de 2008

De boas intenções...


_ Olha o que a mamãe trouxe pre você, filho.
_ Uau! Uma calça de camuflagem, uma camiseta de camuflagem, um moletom de camuflagem e um boné de camuflagem!
_ Legal, né? Você pode usar tudo isso com o seu tênis de camuflagem. Vai ficar totalmente camuflado.
_ Grande idéia. Eu posso provar agora, mamãe?
_ Claro que pode.
...
_ Nossa, meu filho! Ficou ótimo!
_ Comassim?
_ Você, camuflado, ficou ótimo.
_ Como é que você sabe?
_ Porque eu tô te vendo, oras.
_ Como?
_ Ué, filho, como "como"?
_ Droga!
_ O que foi, menino?
_ Eu não quero essa roupa.
_ Credo, filho, que malcriação. Eu comprei com tanto carinho...
_ Mas é falsa.
_ Comassim, falsa, moleque? Você acha que eu compro mercadoria falsa? Não é falsa, coisa nenhuma.
_ É falsa.
_ Por que você acha que é falsa?
_ Porque se fosse de verdade, você não estava me vendo.

12 comentários:

Thales disse...

Ele tem que ver pelo lado positivo. Se a camuflagem fosse perfeita, ele não conseguiria achar a roupa para vestí-la.

L disse...

Os mais saudosistas e fãs de estórias em quadrinhos, devem certamente se lembrar sobre o Bolinha ser sempre indagado pela Luluzinha sobre qual disfarce ele estava usando....rs

Anônimo disse...

Para não ser visto no Brasil, a camuflagem tem de ser de corrupto. Dê a ele uma cueca larga, para colocar dinheiro dentro, ternos Armani, gravatas do Hermenegildo, alguns itens da Prada, e pronto: passará por todos nós sem que ninguém perceba nada. Temos alguns milhares camuflados neste País, e ninguém vê nada! Só que depois explique que se trata apenas de brincadeirinha, e que não é para ser assim quando crescer. Junguianamente, ele brinca e larga. That's the way, and you'll have a time to grab a bite to eat.

Anônimo II disse...

Anônimo I – sem muito psicologuês, ainda que Carl Jung provavelmente explique, calma lá - por favor, sem dissimulações, em escrever Ermegenildo com H… Fazendo uso desse inglês você com certeza deve ser usuário desses adereços... .... rs

Cláudia disse...

Prega umas folhagens no topo do boné e fala pra ele vestir tudo de novo pra ver se funciona.
Aí ele aparece na sala e você continua vendo TV como se nada estivesse acontecendo, e perguntando em voz alta: filha, você viu o Montanha por aí?
O moleque vai explodir de felicidade.
beijo

ANNA disse...

E a minha sobrinha que fecha os olhos e acha que a gente não está enxergando ela?!?!?!
Esses dias eu falei que não adiantava ela fechar os olhos que eu continuava vendo, nossa ela ficou muito brava, disse até que eu estava mentindo!
Bom ser criança, não?
Eu tb queria ficar invisível de vez em quando...
bjo
(urb)Anna

Luci disse...

grande Montanha!
bj!

Dedinhos Nervosos disse...

Um cara que trabalha aqui comigo sempre vem camuflado de parede. É incrível as coras da camisa e da tinta serem tão iguais!

Ana Téjo disse...

Thales,
Vou argumentar nesse sentido pra ver se a situação melhora.
Imagina o risco de perder meu próprio filho, de tão camuflado.

I,
O Aranha! Ele era o Aranha, né?

Ana Téjo disse...

Anônimo,
Camuflar o meu Montanha de corrupto? Nem morta! Prefiro continuar podendo vê-lo.
Não entendi a sua última frase. O que você quis dizer com "you'll have a time to grab a bite to eat."?

Anônimo ii,
Pra que tanta agressividade?

Ana Téjo disse...

Clau,
Folhagens, né? Vou tentar e depois eu conto. S
ó fico com medo dele ficar frustrado porque está sendo ignorado. Você sabe, né? Às vezes é impossível satisfazer...

Anna,
Eu tenho a solução pra você! Creme desvanecedor do Tom e Jerry. É tiro e queda!

Ana Téjo disse...

Luci,
Né?

Dedinhos,
Coitado...