quinta-feira, 12 de julho de 2007

Afônica

_ Oi, mamãe!
_ Mmmm...
_ Eu disse: oi, mamãe! Tudo bem com você?
_ Twdmm... e cmm. vmm?
_ Mamãe? Fala comigo!
_ Estou falando, filho. É que a mamãe perdeu a voz.
_ Perdeu?! Onde?
_ Em lugar nenhum, filho. Eu só não estou conseguindo falar, entendeu?
_ Hein?
_ EU NÃO ESTOU CONSEGUINDO FALAR!
_ Ah! Mas você está falando. Só que baixinho...
_ Eu sei, meu amor. É que a mamãe está afônica.
_ O quê?
_ Nada. Esquece.

(gritando, do outro lado da casa.)

_ Mamãe!
_ Mmmm.
_ Mamãe!!!
_ MMMMM!
_ MAMÃÃÃÃÃE!
_ O que foi, moleque?

_ Por que você não responde? Você falou que era falta de educação a gente chamar e a pessoa não responder.
_ É que eu estou SEM voz, filho. Muda, entendeu?
_ Ah... é mesmo. Mas por que você não respondeu?
_ Eu respondi, filho. Você é que não ouviu!
_ Como é que eu ia ouvir? Eu, hein...

19 comentários:

MH disse...

esse menino...

E vc, trabalhar menos e descansar mais nem pensar, né? Sumida, afônica... esses clientes merecem umas chibatadas!

Morg disse...

hehe

e precisa responder tá

mesmo que baixinho ele entende


beijo melhoras

Anna disse...

Putz...
Reflexo do trabalho excessivo, do stress.
Descansa um pouco, Ana. Ninguém é de ferro!
Beijoca

Anônimo disse...

Você sabe assobiar? Em vez de "mmm", combine um "fiiiiu" até sarar.
Adoro essas perguntas "Perdeu? Onde?"
Bjs. Rosana.

Cláudia disse...

Mãe não tem direito nem de perder a voz, não viu que veio escrito lá embaixo, nas letras miúdas?
Melhoras!
Gargarejo com aspirina dissolvida em água morna é tiro e queda.
beijo

mc disse...

Você quer formar uma dupla comigo? Podemos cantar umas músicas num tom, tipo assim, bem Ana Carolina.

O bom é que tem gente que acha voz rouca sexy. Quando é a minha, eu acho irritante.

Ana disse...

Muito inteligente esse montanha...
:)
Beijos

Nana disse...

Gargarejo com água morna, sal e limão! É horrível, mas funciona.
Melhoras!

Re disse...

Que gostoso esse menino.... hahahah bjs Re

Ana Téjo disse...

MH,
Pirou? Merecem nada! Eles é que pagam o meu salário!
A mudez é até boa, sabe? Muda, a gente trabalha melhor.

Morg,
Tô respondendo, tô respondendo...
Imagine que ontem tocou o telefone e minha filha gritou: "Mamããããe, quer que eu atenda?"
Eu, do meu quarto "berrando" que sim e ela não atendeu porque não me ouviu responder. Francamente, viu?

Ana Téjo disse...

Anna,
É tudo isso e mais um pouco.
Descanso, sim. Depois.

Rosana,
Vou tentar a técnica do assobio. É que sou péssima "assobiadora". Capaz deles acharem que é o periquito da vizinha, com soluço.

Ana Téjo disse...

Clau,
Não tem, né? Tô vendo...
Amanhã, se conseguir, vou publicar uma lista com todas as receitas "infalíveis" que tenho recebido. Se não ficar boa, pelo menos eu terei me divertido.

MC,
Sexy?! Eu estou parecendo um ganso, um marreco.
Entenda uma coisa: não é uma rouquidão leve. Estou total e incondicionalmente muda!
Agora, pensa só, que beleza, nós duas, que já temos vozes naturalmente graves, cantando?! Xisus, melhor apagar a luz!

Ana Téjo disse...

Ana,
Quer emprestado? Ele está de férias!

Nana,
Vou tentar. Posso pôr a aspirina da Claudia junto?

Ana Téjo disse...

Re,
Sou suspeitíssima, mas eu também acho.

Cláudia disse...

Isso, Ana, água morna, sal, limão e aspirina dissolvida. Eu e Nana garantimos! Se você não melhorar, pelo menos a gente já sabe que é uma furada e não passa mais a receitinha pra frente.
beijinhos

Ana Téjo disse...

Clau,
Well, nesses quatro(!) dias de mudez, já tentei, água morna com e sem sal, com e sem limão, água com aspirina (êta, negócio difícil de dissolver, não?), mel, conhaque com e sem limão, leite quente com mel, mel sem leite quente e já borrifei o equivalente a um caminhão-pipa de mel com própolis e gengibre na garganta. Por enquanto, nada, mas tenhamos fé...

Rodolfo Barreto disse...

Quando a criança não ouve,
têm uns pais que usam as mãos.

Gastón disse...

Pois é, a Ana não me deu nem bom dia essa semana... mal educada viu...

Ana Téjo disse...

Rods,
Linguagem dos sinais! Boa.

Gastón,
Tá vendo como é? A gente passa anos e anos tentando construir um bom nome, pra ficar com fama de antipática assim, de uma hora para outra.