quarta-feira, 18 de julho de 2007

Making up

Hmmm, definitivamente, acho sou careta.

Outro dia, fui comprar um batom. Na loja fashion, fui atendida por um vendedor magro, alto, cabeça raspada, barba cuidadosamente por fazer, todo vestido de preto e usando muito mais sombra azul do que eu jamais usei na vida. Aliás, pensando bem, acho que nunca usei sombra azul porque quando era moda, eu felizmente não tinha autorização para usar maquiagem, a não ser no carnaval. Relevei. Ora, ele vende maquiagem. De certa forma, todos os funcionários devem funcionar como vitrines para a marca de vanguarda. Por que não ele também?

Durante o processo de compra, conversamos sobre cores, texturas, formatos de rosto e ele me apresentou um produto para o contorno dos olhos que repuxa delicadamente a pele, deixando qualquer balzaquiana com cara de ninfeta. Bom, pensei. Ótimo, disse ele, como se lesse meus pensamentos. “Eu uso sempre, sabe? Principalmente quando não durmo bem à noite. Quando eu trabalhei na loja do Duty Free do aeroporto e tinha que entrar às seis horas da manhã, era creminho todo dia.”

Separei o creminho, o batom e antes de concluir a compra, já estávamos amigos íntimos, trocando confidências sobre corretivos que deixam qualquer ser humano com cara de quem dormiu doze horas mesmo depois de uma noite de vigília, blushes bronzeadores que garantem a cor típica dos que passaram trinta ou quarenta dias lagarteando em Ibiza e outros mistérios do mundo dos lindonildos.

Lá pelas tantas, criei coragem e perguntei:

_ Escuta, eu tenho visto uns editoriais de moda... os homens estão mesmo se maquiando?
_ E não é que estão, menina?
_ Mas “quanto”?
_ Ah, aí depende, né?
_ Entenda: não é que eu seja preconceituosa, mas acho aquela coisa “Chiquinho Scarpa” meio over...
_ Ah, aquilo é ridículo. Mas eu vendo muita base, corretivo, um pózinho pro rosto não ficar brilhando...
_ Jura?!
_ Por Deus. E pro pessoal mais jovem, a gente tem vendido muito lápis de olho.
_ Lápis de olho?!
_ É. Preto. Pra dar aquele ar meio “Piratas do Caribe”, sabe? Aquela coisa meio decadence avec elegance...
_ Mas o pessoal que compra usa assim, no dia-a-dia, pra trabalhar?
_ Não, né? Usam à noite, na balada.
_ Sei... e as mulheres não estranham?
_ Que nada, menina! Muitas vezes é a mulher que vem aqui com o namorado, pra convencê-lo a comprar. Elas adoram um estilo meio Jack Sparrow, meio Alice Cooper...
_ Sei...
_ Deixa de preconceito, mulher! Homem não pode se cuidar?
_ Claro que pode, Syd (era o nome dele. Como o Vicious ou como o Magal. Escolham...). Acho que homem deve ir ao dermatologista, usar filtro solar, um bom hidratante..., mas isso que você está me contando vai um pouco além do “cuidado básico”, não?
_ Que nada. Você está por fora.

É devo estar. E mais: ou eu estou velha, ou ando freqüentando as baladas erradas. Provavelmente, as duas coisas, mas uma eu garanto: prefiro mil vezes ver meu homem lindo, de cara lavada, do que dar de cara com um Jack Sparrow na minha sala de visitas.

E mais: já pensou, ter que disputar o espelho na hora de sair e o demaquilante na hora de voltar? Eu, hein...

20 comentários:

MH disse...

Nossa, milhões de vezes meu namorado de cara lavada. Barba feita ou por fazer, tanto faz. Mas um cara que se pinta todo "para disfarçar imperfeições" ou ficar com cara de Jack Sparrow me dá calafrios. E os emos? ai meus sais...
E quer saber? Disfarçar imperfeições pra quê? Eu GOSTO delas. Tá, em mim nem tanto, mas neles é charme, personalidade...

mc disse...

Tô com você nessa. Podem me chamar de careta, velha, ultrapassada, quadrada ou o que for.

Não consigo entender mulher que LEVA O NAMORADO na loja pra comprar maquiagem. A única coisa que consigo imaginar é que ela está sem dinheiro e não quer pedir de presente - então o convence a comprar dizendo que é "cool" e usa junto.

Greice disse...

Eu heim...
Sou caretíssima também.
beijos!

Nana disse...

Nossa! Acho que aqui no Rio essa moda ainda não pegou não. Eu, hein?

Anna disse...

Tb sou careta neste quesito!
Duvido que meu marido topasse usar maquiagem, mesmo que eu pedisse e o levasse até uma loja para comprar. Mas por via das dúvidas, melhor eu esconder meus produtos de maquiagem!!! Só por segurança...
Beijo

Anônimo disse...

Vamos ao que interessa...o NOME do creminho, por favor. O do olho e o do rosto todo.
Bjs. Rosana.

Re disse...

Sou do seu time, careta assumida.... Eu não me pinto, imagina andar com um que se pinte? Ia parecer o casal mais freak do mundo.... bjs Re

Cassio disse...

Ja usei baton...

Explico! Estavamos em uma praia deserta e não tinha protetor labial.

Mas ficou horrível. Fiquei com cara de traveco decadente....

angela disse...

hahahahahaa!! menina, meu marido não usa nem condicionador nos cabelos, imagina maquiagem!! uma vez comprei uns produtos prá limpar o rosto, e fiz uma limpeza de pele nele....achei q tava abafando, qdo no final ele falou: agora q vc já treinou em mim, pode fazer me vc né, pq em mim, nunca mais! hahaha

Cláudia disse...

A Rosana, ogulhudimaninha!, fez exatamente a pergunta que eu ia fazer: QUAL O NOME DO CREME QUE REPUXA AS RUG.. OPS, LINHAS DE EXPRESSÃO, PELAMORDEDEUS???
beijo

Fabi disse...

Ana, entendeu o porque do post do Quero um uga buga lá no meu blog?
É altamente desesperador ver esse homem moderno meio gay que inventaram.
bj

Gastón disse...

Olha gente, nunca vi uma namorada que quisesse passar pó na cara do sujeito.

Só se for pra testar o cara.

Ana Téjo disse...

MH,
Disse tudo. A graça está justamente nas imperfeições.

MC,
"Usa junto"? Nãããão! Imagina você se aprontando pra sair e tendo que batalhar a posse do rímel com o fofo do namorado. Eu, hein?

Ana Téjo disse...

Greice,
Somos.

Nana,
Prepare-se.

Ana Téjo disse...

Anna,
Como dizia vovó, precaução e canja de galinha nunca fizeram mal a ninguém. Nunca se sabe, né?

Rosana,
O do olho é da MAC e chama Fast Response Eye Cream. Já vou adiantando que ele não tem efeito cosmético cumulativo, ou seja, não faz nenhum bem real e progressivo. Ele só tem um pouco daquele efeito do DMAE, o famoso "Efeito Cinderela".
Conselho caseiro: se não quiser torrar uma pequena fortuna no creme, passe um pouquinho de Hipoglós nas pálpebras naquelas noites "do demo", em que você souber que não vai dormir quase nada. Você acordará três ou quatro horas depois com cara de bebê. Eu agarantcho!

Ana Téjo disse...

Rê,
Eu me pinto, sim. Aliás, adoro! Não vou nem à padaria sem lápis, rímel, corretivo e um batonzinho cor-de-boca.

Cassio,
Affff! Imagino.

Ana Téjo disse...

Angela,
Eu adoro passar hidratante no meu namorado. No começo, ele resiste um pouco, mas sempre acaba gostando. É uma questão de prática.

Clau,
Já contei o nome do santo, do pai-de-santo e do primo pobre do santo que não é da MAC, mas faz o mesmo efeito.

Ana Téjo disse...

Fabi,
Não precisa ser uga-buga, mas se for mais vaidoso que eu, não rola.

Gastón,
Já pensou? Ei, Chuchuzinho, vamos passar uma basesinha só pro rosto não ficar brilhante?E um rimelzinho? Credo.

Segredos da Esfinge disse...

Ana,
Eu estou ficando velha mesmo, porque não gosto nada disso não, porque eu só gosto homem com cheio de pós-barba, crmes até que vai com filktro solar, porque eles precisam sim cuidar da pele, mas eu não gosto de base, pó e nada disso pra homem.
Gosto mesmo é de homens com unhas limpas (jamis com unhas com base), gosto de homem com sapatos muito bem limpos, gosto de home com cabelo muito bem cortado, definitivamente gosto de homem 100% homem, com um bom perfume de homem.
Ih! acho que tô ficando velha !?! ainda bem.
Beijos

** ah! se algum homem usar minhas maquiagens ... EU MATO.

Ana Téjo disse...

Esfinge,
Imagina a barba crescendo e os fios carregados de pó? Afff!
Homem é homem mesmo, também acho. Com cara de homem, roupa de homem e perfume de homem. E unhas com base, nem me fale!
E eu concordo com você: se chegar perto do meu rímel ultra volumizing da Lancôme, é um homem morto!