quinta-feira, 5 de julho de 2007

Garoto Pensatriz Outono-Inverno

Dando seqüência à já famosa coluna de pronto-socorro fashion para homens, é com imenso orgulho que esse bloguinho anuncia a chegada ao mundo dos machos de uma das mais confortáveis peças do guarda-roupa feminino: a calça legging. É isso mesmo. Aquela coisa agarradinha, que mulheres com mais de trinta usaram na década de oitenta – acompanhada de rabo-de-cavalo de lado e camisetão com nó na ponta – depois caíram em si, voltaram a usar só na academia para, finalmente, nesse inverno, surtarem novamente, tirarem as benditas do armário e saírem às ruas.

A parte boa é que as calças legging masculinas garantem uma dose de conforto só comparável àquela proporcionada pelas meias-calça. Os homens habituados a usar meias-calça saberão que não estou mentindo.

Mas nem pensem em sair correndo da frente do computador, entrar na primeira loja de departamentos que lhes cruzar o caminho e comprar logo quatro ou seis peças, de cores diferentes. O uso masculino da calça legging é uma arte, que demanda uma alta dose de bom senso e sabedoria. Assim, se você foge do padrão 30/60 (mais de 30 anos ou mais de 60 quilos), esqueça. Se é do tipo marombado, que trabalha diariamente a musculatura das coxas em horas e horas de supinos e agachamentos na academia, a moda também não é pra você. E não adianta ficar sentido. Eu sei que você tem orgulho do corpanzil que construiu à base de Whey Protein, mas vamos combinar que você vai ficar parecendo o King-Kong? Outro problema são seus tornozelos. Nem em sonho use suas calças legging com sapatilhas de corrida ou com sapatênis. Mocassins caramelo, nem pensar, né? Não sei nem porque eu toquei nesse assunto! Machos de atitude usam leggings com calçados bem viris, como botas, coturnos ou tênis de cano alto. Nada menos.

Finalmente, a menos que você seja um exibicionista histérico – e, nesse caso, me avise onde você vai estar para eu não correr o risco de passar nem perto – mantenha seus atributos anatômicos bem protegidos sob camisas mais longas, blazers ou jaquetas. Como as leggings para homens ainda não têm uma modelagem específica, suplica o bom senso que você seja discreto. Sim, a gente lembra perfeitamente do Mikhail Barishnikov dançando O Lago dos Cisnes, mas você não é ele, bofe! E av. Paulista não é o Opera de Paris! Se enxerga!

Com esses conselhos úteis, os machos vanguardistas brilharão feito purpurina nesse mundinho fashion. E nem precisam me agradecer.

Fotos do desfile da Marni e do site Chic, de Glória Kalil.

25 comentários:

vivi disse...

Menina,
A parte dos atributos foi a melhor!
Vc se supera a cada dia que vc fala de moda por aqui, sabia, Ana?!
Sapatos caramelos.......ui ui.
Beijos

MH disse...

meu deus, que medo desse mundinho fashion! se eu topar com um cara vestido assim na rua, no mundo real, acho que entro em choque!!!

hmmm, no meu penúltimo post tem um link pra bota mais delicada, discreta e linda da estação. Do tipo "tenho-que-ter". Assustadora, vai lá ver...

MH disse...

ui, tá moderando??? (não aprova esse, é só pra pegar no pé... muita boboagem comentada?)
beijo!!

greice disse...

Ana, nem consegui terminar de ler este post... sorry... homem pra mim NÃO usa legging. Aliás terminei um namoro porque o namorado se recusou a tirar uma calça que apesar de não ser legging não ia até os sapatos... sorry de novo, nem vou comentar...rs
Mas vim correndinho aqui hoje pra dizer que eu fiquei tão, tão impressionada com o post sobre o acampamento do montanha, que eu sonhei a noite toda com isso! de várias formas, uma hora minha filha ia pro acampamento, outra hora eu nem tinha filho e encontrava filhos de globais num destes... olha, foi terrível. Agora eu tenho certeza que minha filha só vai prum acampamento quando ela pedir pelo-amor-de-deus-pra-ir-se-não-ela-me-deserda-de-mãe!!!!
bjs!

Daniele disse...

Tomara que essa moda NÃO pegue!!
Nunca vi coisa mais horrenda que isso!

Fabi disse...

Ana, eu ainda prefiro um uga-buga. Deus me livre de encontrar um "homem" vestido com uma calça dessas.
Seria muito triste.

Anna disse...

Affff!
E o que é que eu posso dizer...
Tomara que eu não cruze com um fashionista desses por aí...
Beijo

Ana Téjo disse...

Vivi,
A gente faz o que pode.
Tudo para manter nossos leitores sempre na ponta da lança das fashion trends.

MH,
Se vir um por aí, não entre em choque, boba. Em choque, você não vai conseguir dar risada.
Vou ler sobre as botas.

E, sim. Tô moderando. Ou melhor, coando, filtrando, destilando. Quando os comentaristas não moderam, alguém tem que moderar, né?

Ana Téjo disse...

Greice,

Morri de rir do seu comentário. Pode terminar de ler tranqüila que eu não estou defendendo a moda, não.
Coitadinho do seu namorado. Deve ter ficado tão traumatizado, que só usa semi-bag até hoje.

Para acalmar seu coraçãozinho, sabia que o Montanha está curtindo pacas. Soube que às vezes ele perde um pouco o foco e fica brincando de subir nas grades e coisas assim, mas de maneira geral, ele está aproveitando. E não é exatamente um acampamento. É um programa de férias diário, das nove da manhã às cinco da tarde, com duração de uma semana. Ele dorme em casa todo dia! Só vai acampar lá uma noite. Uminha só e eu juro por Deus que se alguém me ligar dizendo que ele está com saudade, eu ponho a sirene no carro e chego lá em dois minutos!

Ana Téjo disse...

Dani,
Você tem memória curta. E os blazers com mangas arregaçadas, estilo Roberto Carlos? E as camisas abertas com correntão dourado aparecendo? E as capangas? Afff!

Fabi,
Pense pelo lado lúdico. Acho que mais do que triste, seria de matar de rir.

Ana Téjo disse...

Anna,
Ia ser engraçado, né? Pensa só!

Dani disse...

Ana, isso é surreal!
Se vejo um tipinho usando tal indumentária na rua, só me restaria... cair na gargalhada!!! rs

Beijos!

Cassio disse...

Não uso nem... morto!!!

Ana, Desculpe quase ter falado um palavrão :)

PS:Conheço a Gloria e vou falar com ela sobre esta moda estranha quando tiver oportunidade.

Gastón disse...

Basicamente sem querer me alongar muito: coisa de viado.

Ana Téjo disse...

Dani,
E se houvesse Calguém caída ao seu lado, gargalhando também, provavelmente seria eu.

Cassio,
Isso mesmo. Atitude é tudo nessa vida. Apure a história direitinho e venha contar pra gente.

Ana Téjo disse...

Gastón,
Jura que você não gostou de nada? Nem da vermelhinha? Deve ser super confortável.

angela disse...

aff, era só o q faltava, imagina a gente direitinho o tamanho dos documentos!!!! socorro@!!

Ana Téjo disse...

Angela,
O que eu imagino de pior, é ver os pêlos das pernas saindo pelo tecido da calça. Afff!

Luci disse...

ah, mas isto é demais pra mim...! fofos, né?!
.
.
.
.
que saudade eu estava de vc!
bj!

Mulher Solteira disse...

Ana,

eu não sei se aos 13 anos eu já tinha algum senso estético ou se o formato da minha cabeça me salvou de ser uma vítima da moda Pakalolo. O fato é que eu tinha várias tiaras na gaveta, mas na hora de usá-las, sempre achava que não ficava bem... mudava o visual no último minuto. Ah, mas das botas brancas aos oito, nove anos eu não me livrei... também tenho fotos para comprovar.

Eu vivi os melhores momentos da minha vida em acampamentos de férias! Tenho certeza que o Montanha vai sobreviver e ainda vai ser muito bom pra ele!

Em tempo: estou aqui criando coragem para te convidar a conhecer o meu novo blog... o link é www.mulher-solteira.blogspot.com. Quando tiver um tempinho, me faça uma visita!

Beijos,

Cris (a amiga compridona do Gastón)

Ana Téjo disse...

Luci,
Espetaculares. É esperar para ver.
Ah, e a Rapha que se cuide. Imagina se o Kulega do Kumon adere!

Cris comprida,
As botas brancas só não eram piores em aparência que as botas ortopédicas que todos os pobres cristãos com mais de trinta usaram. Mas que bom que o bom senso salvou você das tiaras Pakalolo!
O Montanha adorou a Semana de férias. Acordou hoje perguntando se ia ter mais (não vai, que a mãe dele não é Banco Imobiliário).
E pode ter certeza que eu vou te visitar, sim. Só preciso sair de baixo dessa tonelada de trabalho que está me esperando.

Ceci disse...

usar legging? não basta querer não é mesmo?

Ana Téjo disse...

Ceci,
Felizmente, não basta querer. O que me preocupa é que senso crítico é uma coisa em extinção.

Mulher Solteira disse...

Ana,
que vexame! :)
Pra você ver a minha expectativa... "será que a Ana Téjo vai ler o meu blog???"
Até troquei as bolas nos comments, hahahahahahaha!!!
Foi mal aí. Ninguém vai chorar nesse blog, mas não vai mesmo!
Beijão,
Cris.

Ana Téjo disse...

Cris,
Fui e adorei. Prometo voltar.