segunda-feira, 9 de abril de 2007

Páscoa: uma nova abordagem

Este ano eu não fiz pegadas de coelho pela casa e nem escondi ovinhos.

_ Mamãe?
_ Sim, meu anjinho...
_ É hoje que é a Páscoa?
_ Quase. Hoje é Sexta-feira Santa. A Páscoa é daqui a dois dias.
_ E quando é que o coelho vai esconder os ovinhos?
_ Filho, o dia oficial de esconder os ovinhos é domingo, mas entenda que o coelho pode ter algo novo em mente para este ano...
_ Comassim?
_ Bem, é porque este ano, a gente viajou. Aqui, onde estamos, é longe, tem estrada de terra, o coelho pode se perder ou pode ficar com medo de sujar as patinhas de lama.
_ Dããããns!
_ “Dãns” por que, meu filho?
_ Porque coelho da Páscoa é que nem Papai Noel, né, mamãe? Ele não se perde NUNCA.
_ É. Eu sei, mas digamos que talvez o coelho prefira uma abordagem mais genérica da Páscoa para este ano.
_ O que é “abordagem genérica”?
_ É. Talvez ele prefira te dar um ovão grandão em vez de muuuuitos ovinhos pequenininhos.
_ Mas eu sou pequeno! Eu não quero um ovão grandão!
_ Você não é pequeno, não. Você é o Montanha da mamãe.
_ Então, quanto maior a pessoa, maior o ovo?
_ Teoricamente, sim.
_ E por que é que você nunca ganha um ovão imenso?
_ Primeiro, porque a mamãe não é tãããão grande assim. Depois, porque não quero engordar.
...
_ Mas o coelho VAI esconder os ovinhos no domingo, né, mamãe?
_ Bem, filho, eu não sei. É que aqui tem cachorro, sabe? Talvez o coelho tenha medo que os cachorros comam os seus ovos.
_ Eles não iam fazer uma coisa dessas.
_ E por que não?
_ Porque até os cachorros sabem que os ovos de Páscoa são das crianças! Os cachorros vão comer os “ossos” de Páscoa e não os ovos!
_ Filho, a mamãe não quer que você fique triste se, excepcionalmente, o coelho não esconder ovos, tá?
_ Tá
...

Ele ganhou mais de uma dezena de ovos de várias pessoas da família. Ovos de todos os tamanhos e uns cinqüenta ovinhos pequenos, todos arrumados em um ninho, mas não escondidos. Quando viu os ovos pequenos, disse:

_ Olha aqui! Olha os ovos de esconder!
_ Não falei, filho? O coelho não é nem louco de esquecer de você. Ele só não teve tempo de esconder os ovinhos.
_ Hmmmm... e as pegadas?
_ O coelho também não deixou pegadas este ano, meu amor. É um coelho educado, deve ter limpado os pés antes de entrar.
_ Mamãe...
_ Sim, filho.
_ Muito preguiçoso, esse coelho, hein? Muito mesmo.

16 comentários:

MH disse...

Eu ADORO esses causos do Montanha :-)

E os cachorros comento os "ossos de páscoa" é fenomenal...

Claro que o coelho limpou os pés antes de entrar, coitado, veio pela estrada de terra, sujou de lama, teve que limpar antes de entrar em casa!

Andorinha... disse...

Ana, o Montanha é uma figura. E a mãe dele também: ensinar a ele uma 'abordagem genérica' foi o máximo, hehe.

E admito que nesta Páscoa, lembrei-me de vc: pensei em fazer as patinhas do coelho com talco no chão.
Mas como estava em casa, sozinha, soaria meio ridículo...

Beijos

mc disse...

"ossos de páscoa"!!! Rolando de rir! (também, depois de tudo que eu comi, só rolando mesmo!!)

Emilia disse...

Esse Montanha é o maior!
Abordagem genérica! Também não precisa falar tão difícil com o Montanhinha, né mamãe? Ele é que fala certinho e cheio de propriedade: ossos de Páscoa, pois claro!
Delícia!
Bjos p'ros 2.

Ana Téjo disse...

MH,
Ele é uma fonte inesgotável de inspiração.
Até porque limpou os pés, o coelho não poderia deixar pegadas, não é mesmo?

Vivi,
Né?
Acho que de tanto conviver com adultos, que eles ficam com essa linguagem tão improvável.
No próximo ano, convida a gente! Aí, você pode fazer as pegadas que quiser e a gente promete que bagunça beeem o seu coreto!

Ana Téjo disse...

MC,
Ora! Aposto que nem foram tanto assim.

Emília,
Vou moderar a linguagem.
Obrigada, querida. Beijos para todos os coelhos e coelhas aí também.

Greice disse...

Eu, se fosse o Montanha de-mi-ti-a esse coelho da páscoa... onde já se viu ter medo de cachorros e ainda limpar os pés pra entrar??? hehehe

Cláudia disse...

Coelho funcionário público, bateu cartão, largou os ovos e nem se deu ao trabalho de esconder...

Ana Téjo disse...

Greice,
Acho que demitir o coelho, por mais preguiçoso, maníaco por limpeza e medroso que ele seja, pode ser um GRANDE erro.

Clau,
É que o coelho, assim como o Papai Noel, tinha milhões de ovos para entregar, entende? Tenha paciência com o pobre!

Cassio disse...

Ana,

Nem fala.

Este ano também não tivemos "pegadas" e etc :(

Elas ficaram tão frustradas que tive que pegar o carro e ir até uma "vendinha" comprar bolinhas de futebol, que pareciam ovinhos de chocolate

Escondemos na hora do almoço.

Bom... Elas fizeram uma cara feia mas aceitaram.

Crianças tem mais tradição que os adultos :)

Ana Téjo disse...

Cassio,
Definitivamente, este ano os coelhos estiveram MUITO preguiçosos.

Anônimo disse...

Isso que dá...
Não fazem mais coelhinhos como antigamene, nao eh???
Aiaiaiaiaia....
Num "guento"!!!rs

beijos

Mary

Claudia Aleixo disse...

Que lindooooooooooooo!!!!!!

Ana Téjo disse...

Mary,
É que os coelhinhos de hoje em dia, trabalham 12 ou 14 horas por dia, nadam, domam a babá, cuidam dos filhos e tentam namorar nas horas vagas. Deve ser isso.

Cláudia,
Né?

Aninha disse...

Que fofo! Criança tem cada 1...
Esse ano eu mm escondi os ovos em casa: de mim mesma!!
Se deixar por conta do coelhinho... ele não anda cumprindo mto bem suas funções pelo visto! rs

Ana Téjo disse...

Aninha,
Achou todos?