segunda-feira, 9 de abril de 2007

Lição

Minha vovó suíça já dizia:
"Uma verdadeira dama deve saber sempre a hora de se retirar" e
"as pessoas devem deixar saudade e não alívio."
Acho que, finalmente, estou aprendendo.

19 comentários:

Ana disse...

...

Cláudia disse...

já eu tô longe de assimilar um conselho tão sábio; penso que o problema não é assimilar o conceito em si, mas sim conseguir determinar qual é o momento certo, e a partir de que ponto vc pára de deixar saudade para deixar alívio.
beijo

vivi disse...

Ainda não aprendi...disso, tenho certeza.

Anônimo disse...

Já era sábia essa sua avó, heim?
A gente vai aprendendo, não é tão impossível quanto parece!

Ah, já atualizei o álbum do orkut. Vai lá!

Beijo
*Anna*

Ana Téjo disse...

Ana,
?

Clau,
Acho que isso, só a gente sente, querida. Impossível teorizar a respeito.

Ana Téjo disse...

Vivi,
Um dia, se Deus quiser, a gente aprende.

*Anna*,
Vovó era uma potência. Aliás, as duas eram, cada uma ao seu modo.
Vou lá ver as fotos!

MH disse...

Amém!

Os mais radicais diriam ainda que, numa festa, devemos ser as últimas a chegar e primeiras a ir embora. Assim, antes da chegada estão se perguntando por onde andamos. E vamos embora no auge da festa, quando tudo ainda está ótimo, deixando as pessoas com saudades...

Eu me contento em aprender a hora exata de partir. É uma arte, e das mais difíceis...

Rubina disse...

Adorei ambas as frases, sobretudo a segunda. E não é que sua vovó tinha razão?

Um beijo

mc disse...

Sabe que eu não tava sabendo muito bem esse negócio de ir embora antes de todos, não... mas agora acho que entendi!
A minha avó tem mais pérolas do que dicas de sabedoria. Quem sabe, um dia, eu não compartilhe algumas com o mundo.

Cassio disse...

Nem começa com este papo !!!

Espero que não mude de BLOG novamente !!!

Ana disse...

Coloquei ... pq nem sei o que dizer.. é tão dificil saber o momento de partir. Ou então, a gente até sabe o momento, o dificil é ter coragem.
Beijo

Ana Téjo disse...

MH,
E nem ter tempo de aproveitar a festa? Eu, hein...

Rubina,
Vovó era uma verdadeira filósofa.

Ana Téjo disse...

MC,
Divide com a gente. Vai ser o máximo!

Cassio,
Nem pensar! Daqui pra frente, meu caro, vocês vão ter que me engolir!

Ana Téjo disse...

Ana,
Disse tudo: difícil é ter coragem.

Re disse...

incrível esta frase...

Claudia Aleixo disse...

Eu acho (pq é claro não entendo de nada) que só devemos desistir quando acaba o amor...enquanto ele existir......Vaiiiiiii. Ah! E tem um provérbio que diz: "Água mole em pedra dura tanto bate até que fura"...rsrsrsrs...Também tem a frase "O amor contrói"..Hehehe.. Se Eu amo...não tem amiga, mãe, pai, vó,tio, prima, cachorro que me convence do contrário...só desisto quando deixo de amar.
Beijos de boa semana, ana!!!

Ana Téjo disse...

Rê,
Né?

Claudia,
É que ninguém ama sozinho, né? E imagine só, que coisa mais triste, deixar alívio! Eu é que não quero. Nunca!

Segredos da Esfinge disse...

E como a gente aprende.
beijos

Ana Téjo disse...

Esfinge,
Nem me fale.