sexta-feira, 1 de junho de 2007

Apologies

A vida é assim. Às vezes, mesmo sem querer, mesmo sem nem imaginar, a gente provoca dor em alguém.

Geralmente
, isso acontece por uma daquelas conjunções de palavras muito específicas que, se num momento comum não provocam absolutamente nada, quando pegam a outra parte numa hora particularmente sensível, é desastre na certa.

Tanto pior quando acontece com alguém que é importante. Pior ainda quando, por mais que se argumente, e fale, e explique, não há eco do outro lado. Ou melhor, só há eco. O eco das nossas palavras.

Em momentos assim, há que ter humildade para pedir desculpas e voltar atrás porque, mesmo sem entender o motivo de tanta dor, o fato é que ela foi causada, E muito além de tentar justificar, há que se apaziguar o coração. O seu e o do outro.

12 comentários:

Cassio disse...

O importante é que você se arrependeu.

Acho que tudo vai se resolver.

PS: Bela foto sua. Legal ver seu rosto de outro ângulo.

MH disse...

é, às vezes a gente acha que está sendo inofensivo e acaba fazendo um estrago. O importante é reconhecer a dor do outro e se esforçar por recuperar a paz...

Mary disse...

O importante é mesmo reconhecer o erro e tentar "melhorar" a coisa, neh?
Procurar se desculpar...
Mas vai dá tudo certo...o tempo tbm ajuda muito, sabia?

P.S. Foto muito legal!!!!

beijos

Anônimo disse...

Ô Ana, como vc é bonita!
Ô pessoa magoada, perdoa, nada é tanto assim!
Bjs
Val

vivi disse...

Ana, com este olhar e com suas palavras, não há mágoa que resista.
E acho que elas fazem parte do relacionamento...é impossível não acontecer...não?!
Um grande beijo,
Vivi

Isabella Kantek disse...

Isso aconteceu comigo quando a minha filha nasceu e foi muito chato.

Espero que tudo se resolva da melhor forma!

Beijos =)

Rodolfo Barreto disse...

Nem sempre a dor do outro tem o tamanho real. Vou explicar: tem muita gente carente nesse mundo e mostra sua dor maior do que é apenas para chamar atenção, para que você sinta pena, culpa e dê mais do que a pessoa está acostumada a receber. Tome cuidado para saber exatamente quando é um caso ou outro porque esse tipo de carência vicia com uma facilidade incrível.

Catarina Chagas disse...

Bonito texto. Sempre pensei esse lance do apaziguar a dor, mesmo que a gente não entenda completamente como ela foi causada.

Anna disse...

Incrível como palavras podem machucar...
Mas da mesma forma que há palavras que machucam, há palavras que podem apaziguar, mais eficiente que palavras, muitas vezes, são os olhares, os gestos...

Linda foto, querida, até triste vc é linda.

Beijo
*Anna*

Segredos da Esfinge disse...

Olha que lindaaaa!
Bjos

Reco disse...

Lindo texto, triste, solitário
mas espero que o eco chegue logo.
Esta foto está um show !!!!
beijos
Reco

Cláudia disse...

Amei a foto, minha amiga.
Mas é curioso né? Por conta do texto associamos a foto à tristeza, mas quando a vi achei que seria um texto sobre nostalgia, saudade, o que não precisa ser necessariamente triste, não?
beijo