segunda-feira, 21 de maio de 2007

Democracia

Aprendi na escola que a palavra democracia vem do grego. Demos significa povo e kratia, vem de krátos e significa governo, poder, autoridade.

Ensinam em História que o primeiro modelo democrático foi exercido na Grécia, mais precisamente em Atenas, onde ao cidadão era dado o direito de opinar sobre os destinos do estado grego. Só que mesmo naquela época, já havia representantes do povo e ninguém precisa ser grego e muito menos brilhante, para deduzir que representantes escolhidos não necessariamente espelhariam a vontade de quem os escolhesse. Era assim naquela época e continua assim hoje.

Todo esse preâmbulo político-histórico para sustentar um questionamento fútil: blog legal é blog democrático? E o que é um blog democrático afinal? É aí que a coisa pega porque ao autor do blog é dado o direito de escrever o que lhe aprouver, sobre o assunto que lhe der na telha, sem imposição de pauta, freqüência, periodicidade e se mqualquer controle de qualidade. O autor do blog pode discorrer sobre temas reais ou fictícios; pode mentir, inventar personagens, distorcer fatos e até ocultar o próprio nome. Pode ainda permitir ou não comentários e pode, finalmente, autorizar a publicação dos comentários apenas depois de passarem pelo seu crivo. Ou seja, o autor do blog pode quase tudo.

Ao leitor, cabe o direito de manifestar-se fazendo uso do próprio nome ou de pseudônimo ou de manter-se em silêncio; cabe, ainda, o direito inalienável de não voltar nunca mais ao blog (e ainda de falar mal dele, se quiser), caso o conteúdo o ofenda ou desagrade. Em suma, ninguém é obrigado a concordar com nada e muito menos a freqüentar lugares que não lhe façam bem.

Mais dois longos parágrafos apenas para dizer que se você não gosta do que eu escrevo, sinta-se à vontade para procurar lugares mais agradáveis ou apropriados. Eu continuarei escrevendo e tenho certeza que muitas vezes, mesmo involuntariamente, é possível que magoe uma ou outra pessoa pelos mais variados motivos. Acontece, e peço desculpas antecipadamente. A intenção aqui não é, absolutamente, tecer comentários pejorativos ou preconceituosos de qualquer natureza. Implicâncias do autor são tratadas pelo próprio autor com a (falta de) seriedade que qualquer implicância merece. E opiniões são expressas pelo que são: pontos de vista, apenas, passíveis de discordâncias que serão sempre respeitadas. O autor não acredita em verdades absolutas, mas acredita que toda unanimidade é burra (inclusive esta).

Em suma, é assim, ó: quer comentar, sinta-se à vontade. Quer apenas ler, seja bem vindo. Quer discordar, perfeitamente (elogiar, idem), mas tenha a decência de identificar-se, ainda que seja com seu pseudônimo, porque quem ofende, xinga, critica e não se identifica é covarde. E com covarde, eu não interajo.

A partir de hoje, comentários anônimos – elogiosos ou depreciativos – serão sumariamente deletados. Porque o blog é meu, quem manda nele sou eu e ponto final. Quer democracia? Vá procurar uma e não me apoquente!

42 comentários:

Pipilim Garcia disse...

Interessante - sou também a favor das pessoas se identificarem, até por questão de cortesia na casa dos outros. Mas convenhamos que Katia K, Paula R., Triton, Luluzinha e outros pseudônimos, mais ou menos originais, não traduzem são exatamente os leitores. Isto posto, qual é a diferença entre um an}ônimo e o que assina Zé das Couves?

vivi disse...

Ana,
Estou com vocÊ e não abro. O dono do blog manda e desmanda. Quem está aqui, está por livre-arbítrio; então que se enquadre ou caia fora. É bem democrático...
Acho que este seu blog poderia ser considerado como a regra geral dos blogs. Muitas pessoas poderiam ler, hein!?
Beijão, querida!
vivi, por eqto, sem escrever nada...pq não veio nada à minha telha que valesse a pena.

Ana Téjo disse...

Pipilim,
No seu caso, não faz muita diferença. Mas é o bastante para que eu saiba que você mora em São Paulo, seu sistema operacional é o Microsoft Windows XP, você navega com Internet Explorer 6.0, acessou o site clicando diretamente no endereço e não através do link de outra página, sua visita durou um minuto e 52 segundos e o IP da sua máquina é 200.148.10.

Ana Téjo disse...

Vivi,
Obrigada pelo apoio, beijos também e que a inspiração não demore a aparecer.

Anônimo Pipilim disse...

Ana - anônimos autênticos usam IP
falsos... e, cá entre nós, saber o IP destes não vai te fazer mais ou menos chegada, ou afastada, dos os anônimos... Essencialmente, assinar Anônimo Pipilim ao invés de anônimo simplesmente, pode ser somente uma economia de tempo.... e, para você, responder, ou ignorar, um ou outro, é a mesma coisa....

Gastón disse...

É dear, todas as espinafradas que eu tomei no vida perra foram oriundas de corajosíssimos anônimos. A gente tá com a bunda na janela mesmo. Minha briga é com os politicamente corretos de plantão. Cambada de chatos sem senso de humor.

Luci disse...

tem gente que pensa que "demo" só serve pra enfernizar a vida dos outros!
mandou bem!
bjs!
tem uma coisa lá pra vc...100compromisso!

Mary disse...

Ai Meu Deus!!!Agora vou ter que sempre logar no meu blog para comentar no seu...Já q vai apagar todos os "anonimos"...rs
Entao...quem foi esses SER que fez com que você escrevesse esse post??E que te colocou tão assim...
Ó!Manda sifudê e pronto!

beijos

Mary

Anônimo disse...

Mary Menina, pela sua foto você não acho que você tenha ainda saído da adolescencia .... e acha que já aprendeu tudo.... Más notícias mocinha... te falta muito, em especial educação, em ter dito palavras tão grossas e toscas, como você deve ser. Não te passa pela cabeça que crianças, filhos de autores e leitores, podem gostar do blog também??? Veja se some.
Ana - desculpe por este comentário seguir propositalmente anônimo...

Ana Téjo disse...

Pipilim,
Suas palavras me puseram para pensar. De fato, não faz muito sentido interagir com gente que se esconde. Não há reciprocidade. Vou começar ignorando você.

Gastón,
Uma vez, no Bolsa de Mulher, quase fui morta por duas ativistas da SPPN - Sociedade Protetora dos Perus de Natal porque contei a história de um peru embebedado domesticamente para ter uma morte mais... digamos, relaxada. Mas, como disse, se eu tenho o direito de escrever, elas têm o direito de discordar.
Só não gosto de covardia.

Ana Téjo disse...

Luci,
Obrigada, querida. Vou lá ver 100perder um minuto.

Mary,
Não tem que entrar logada, não. É só entrar como "outro", como você costuma fazer ou como anônimo mesmo e colocar o seu nominho no fim da mensagem.

Ana Téjo disse...

Anônimo,
Não vou deletar seu comentário, porque você se identificou comigo por outras vias e merece todo o meu respeito e a minha consideração.

Aceito seu ponto de vista e o fato de não ter gostado do tom do comentário da Mary. Só que cada um tem seu jeito de se expressar e não nos cabe condenar porque a pessoa, no caso, a Mary, para me defender, usou um palavrão.

Sim, minha filha lê o blog e eu evito palavrões justamente por isso. Pena que os amigos que ela tem na escola e no clube não ajam da mesma forma, ou seja, ela está exposta a palavrões dos mais cabeludos o tempo todo, queira eu ou não.

Finalmente, agradeço a você por ter, como a Mary, tomado minhas dores, mas ninguém expulsa meus leitores do meu blog a não ser eu mesma (e cabe a eles, leitores, decidir se se manterão afastados ou não).

Você é bem vindo, principalmente quando se identifica com qualquer um dos seus nomes, e a Mary também.

E vamos parar de brigar aqui. Humpf!

Anônimo disse...

Ana Tejo - sempre gentil, doce e educada, sobretudo. Mas não me contive em expressar algo que achei extremamente inoportuno, mesmo advindo de uma menina que lê seu blog. Acho que ela deve medir as palavras na casa dos outros ou então fazer um blog próprio. Lá, pode fazer, ou falar, o que quiser e ninguém a incomodará. Obrigada pela compreensão.

Anônimo disse...

e mais, sei que você evita palavrões não por sua filha, e outras, lerem o blog e sim por ser a sua natureza - uma dama, uma verdadeira mulher com M maiúsculo, um ser prá lá de educada, que enrubesce quando escuta, ou lê, algo incorreto. Ou tosco e grosso, como foi o caso.

Blog do Beagle disse...

Com licença? Passei no 100querer e tem link para cá. Entrei e adorei este texto. Gostaria eu de te-lo escrito. Odeio falsos, mentirosos e covardes. Quem se esconde no anonimato deveria receber castoigo dos céus. Parabéns. Bjkª. Elza

Ana Téjo disse...

Anônimo,
A Mary tem blog próprio. Chama-se Espaço Aberto e você pode visitá-lo pelo link no lado direito da minha página.

Estou certa de que se for lá, você vai encontrar uma mulher jovem, vibrante, criativa e cheia de histórias para contar.

Agradeço seus elogios e peço que, mesmo eu sabendo a sua identidade, você por favor se identifique das próximas vezes que vier aqui e sentir vontade de comentar. Caso contrário, para ser fiel ao meu argumento - e você sabe que eu sou - serei obrigada a apagar seus comentários, o que vai ser uma pena.

Ana Téjo disse...

Elza,
Papai do Céu anda muito ocupado para perder tempo castigando esse tipo de coisa. Nós mesmos podemos fazer isso, ignorando-os.
Obrigada pela visita e apareça quando quiser.

Claudia Aleixo disse...

Aiiiiii....O que tá acontecendo???? É só ficar uns dias por fora e acontece de tudo por aqui?? Olha, não sei o que tá acontecendo, mas continue escrevendo o que quiser pq eu adoro...E se ninguém quiser ficar, pode deixar que eu fico. Adoro seu blog, adoro o que vc escreve, nunca me identifiquei tanto (eu sei que issso parece meio Gay...Espero tb que os Gays não se ofendam). Beijos minha linda e muito sucesso!!!!

H_contra_palavrões_no_site disse...

OK, ok. Privilegie a criatividade e a vibração de baixo nível, ainda que identificada, em detrimento de elogios, não identificados, tão somente por questão de elegância em não criar saia justa no seu blog.

Juliana Mattoni disse...

Ana, concordo com você, o blog é seu e lê quem quiser. Eu mesma já critiquei um dos seus textos e você educadamente me respondeu. E nem por isso eu deixei de entrar aqui, um blog tão leve, divertido e criativo.

Ana disse...

Ana
não sei o que ocorreu (vou la no ultimo post pra ver) mas estou contigo! Meu blog mesmo, nem tem muitas visitas, aposto que tem gente que acha que é chato, depre, etc, etc.... dane-se! Eu já escrevi isto: é, antes de tudo, um espaço MEU, uma forma de terapia, de colocar pra fora pensamentos, bobeiras, qq coisa MINHA.
Não gostou? Problema seu. Como vc disse, é só não voltar mais.
Super beijo.

i...a disse...

Por que os "mal humorados de plantão" não se trancam embaixo da cama, num quarto escuro ao invés de ficar semeando mal humor por ai ???

i...a disse...

SARAVÁ !!!

Ana Téjo disse...

Claudia,
Pódeixar que eu continuo. Até porque, já tentei parar e não consegui.
E não está acontecendo nada. Ocorre apenas que, de tempos em tempos, a gente precisa fazer uns ajustes de rumo e deixar algumas coisas claras.
Obrigada.

H,
Acho que lhe escapou o essencial: não é questão de "privilegiar". Ninguém está sendo privilegiado ou preterido em detrimento de nada. Isso não é um jogo de futebol; não há times; não há que se tomar partido ou que se escolher entre uma coisa e outra.
Todos são bem vindos, desde que se identifiquem. E podem se identificar como quiserem: Zorro, Dom Quixote, Scooby Doo, não importa. Só peço um nome de referência porque sou daquelas blogueiras antigas que gostam de conhecer (e, com o tempo, de reconhecer) seus leitores. Só isso.

Ana Téjo disse...

Juliana,
Aceito críticas sempre. Não sou nem louca de achar que o que escrevo é certo. É apenas um ponto de vista; o meu.
Estou sempre disposta a rever meus coneitos e a me desculpar, sempre que necessário.
Você é bem vinda.

Ana,
Não perca seu tempo. Você não encontrará nada porque eu apaguei as evidências.
Vamos em frente, que atrás sempre vem muita gente.

Ana Téjo disse...

i...a,
Não sei com quem você está implicando (espero que não seja comigo).
Mas pára de implicar, criatura. Vai fazer um shiatsu, um tricô, comer uma bomba de chocolate...
E mais: ninguém pode se trancar embaixo da cama porque cama não tem chave. Caixão tem chave, mas não é disso que a gente está falando, né? Afff!
E saravá pra você também!

mc disse...

Eu concordo com você. Outro dia li um texto sobre um especialista em blogs falando que é contra um regulamento de bom comportamento para blogs, alegando que isso vai contra a democracia e a liberdade de expressão.

Ainda não defini minha opinião final, mas sei o que me agrada e o que me desagrada nesses conceitos.

De qualquer maneira, "ni qui" (o comentário estava muito sério, precisava quebrar o gelo) diz respeito ao seu post, assino embaixo.

bjs

Mary disse...

Bom, li tudo o que aconteceu!!!
Não imaginei que um simples comentário pudesse incomodar tanto essa pessoa.
Agradeço Ana, pela compreensão e não me sentir nem um pouco ofendida ou coisa do tipo com toda essa exposição.
Me expressarei dessa forma quantas vezes eu quiser, aqui ou em outro blog que visitar...até que a propria dona chegar pra mim e pedir para eu não comentar mais...
Assim como eu , outras pessoas já se expressaram dessa forma...e assumo minha atitude e não me arrependo de ter falado...Outra, o que eu falei não me tornou menos educada...e muito menos influenciou na educação dos filhos dos leitores,portanto ANÔNIMO, vai cuidar da sua VIDA e criar um blog para vc ficar dando opiniões da vidas dos outros...ok???
Sou grossa ...e muito. Principalemnte com pessoas como você, ANÔNIMO...e outra, não te conheço e nem faço questão, portanto...encerra aqui essa palhaçada.
Ah! Mais uma coisa, ANÔNIMO, vai se....!!!Ok???Entendeu, neh???

Mary

Mary disse...

Ana, me desculpa por ter alongado essa palhaçada, mas eu tive que me defender...e desculpa tbm pelo comentario...se quiser pode apagar, ok??/
Beijos Querida!!!

i...a disse...

Ahhh sabe sim !!!
Quer que eu diga ? Com o mau humorado de plantão aqui no seu blog. Só implico com quem implica !!!

Se trancar é no quarto, florzinha... embaixo da cama é só o detalhe pra ninguém achar !
E para o seu conhecimento, caixão não tem chave, não.

Saravá e sal grosso geral !!!

Adauto disse...

Prefiro não entrar no mérito dessa discussão (até porque lá no meu cantinho internético sou ainda mais ditatorial). Mas, caramba! Isso é o que chamo de um verdadeiro "flame"!

Ana Téjo disse...

MC,
Não acho que deva haver regras. Os próprios blogueiros e leitores que se auto-regulem. Acontece naturalmente. A gente acaba frequentando os lugares que gosta; aqueles onde se sente bem.
Obrigada.

Mary,
Eu não apago comentários identificados.
Agora, chega de brigar, e de xingar, e de provocar, que isso não é coisa de mocinha!

Ana Téjo disse...

I...a,
Vale pra você também: deixa de ser implicante.
E caixão tem chave, sim, viu?
Vou fazer um post a respeito, só pra provar.

Adauto,
Acontece...

Mary disse...

Sim...já parei...
Só quis me defender, ok???
E como assim, mocinha não xinga???
Xinga sim, bate, fica furiosa com esse tipo de gente...
Eu hein...

beijos

Anna disse...

Vem quem quer, né?
Eu, como quero muito e sempre, estou aqui todo dia, às vezes até duas, três vezes por dia...

Manda ver daí que tem um povão fiel aqui pra ler!!!

E chega de stress...

Beijo
*Anna*

claudia aleixo disse...

Uhuuuuuuuu!!!! Adorei, adorei!!! I love You!!!! Até amanhã!!!

J@de disse...

Ai tive que ler a polêmica toda né? Curiosa toda vida!! hehehehe
É minina eu também sou assim viu? Quer discordar tudo bem, mas argumente com inteligência, ainda que anonimamente... comentários babacas e preconceituosos são apagados, porque no meu galinheiro quem canta de galo sou eu!! ahahaha!!
O universo dos blogs é como a vida numa vila, há aqueles que falam na cara, os que falam por trás e os que esperam o sábado de aleluia prá botar nosso nome no judas!! E nossa porta é aberta para quem a gente quer, porque a gente deve que manter a autenticidade, doa a quem doer!!
E é por isso que eu continuo vindo aqui!!
Beijos!!

cassio disse...

Isto mesmo ANA !!!!

Concordo com você !!! :)

Ana Téjo disse...

*Anna*,
Você é hiper, ultra super bem vinda. Muito e sempre.
E "no stress" que a gente tem mais o que fazer, né?

Claudia,
Afff! O que foi mesmo que eu disse? De qualquer modo, 'brigada, viu?
E volte sim, que amanhã tem mais!

Ana Téjo disse...

Jade,
É o que eu disse: pode ser Capitão Caverna, Dom Quixote, Scooby Doo ou coisas mais sofisticadas como Jade, por exemplo. Mas deixa eu te chamar de alguma coisa, né?
Não quero descobrir a identidade secreta de ninguém. As pessoas têm seus motivos e eu, mais que ninguém, sei disso.
Mas quero conhecer quem vem e quem volta. Tenho leitores de muuuuito tempo que eu aposto que conheço só pelo jeito de escrever. Gente que eu gosto demais sem nunca ter visto. Bom isso, né? Eu acho!

CASSIO sem acento,
Meu obstinado leitor do Respira (pela Barriga), do Fala (pelos Cotovelos), do Come (com os Olhos), do Pensatriz e do que mais eu tiver fôlego pra inventar: você é um exemplo a ser seguido, menino!
Obrigada pelo apoio e pelo respeito.

Reco disse...

Ana querida, que bom que eu te achei de novo!
Como você sabe, eu adoraaaaaaava o respira, nunca soube do Cotovelos, e odeeeeio ler ( nem leio )seu trabalho no Bolsa, porque na cozinha, só brigadeiro de panela mesmo. Por mais que você explique
daquele seu jeito todo especial,
não me pega, sou capaz de por fogo na cozinha...
Beijos e viva a democracia
Tô contigo e não abro
De leonina para leonina

Ana Téjo disse...

Ei, Reco!
Que maravilha você aqui, menina!
Seja muitíssimo bem vinda!
Apareça sempre e, quando estiver com vontade, dê uma chance pros textos do Bolsa. Já falei até em bife e em arroz branco lá.
Beijos leoninos.