terça-feira, 29 de maio de 2007

Assunto de altíssima relevância para debater em dias cinzentos

Na falta de assunto, a gente fica calado, reparando. É quando costumam surgir os melhores temas. O pão francês, por exemplo, é tema que dá assunto para horas de conversa fiada.

Pão francês é como time de futebol. Todo mundo gosta, mas cada um tem seus cacoetes e não adianta discutir horas, citar cozinheiros famosos, fontes históricas ou teorias filosóficas que a pessoa não arreda o pé do seu estilo de consumo.

Tem gente que corta o pão francês ao meio, no sentido da largura. Conheço uma pessoa que corta no sentido do comprimento e diz que assim, o pão fica mais estreito, o recheio encaixa melhor e ela fica com a sensação psicológica de que está comendo um pão inteiro quando, na verdade, está comendo só a metade. Sabida, a danada.

Tem gente que simplesmente não corta e vai tirando pedaços com a mão, beliscando o pãozinho até acabar com ele. Há ainda os que comem só a casca e jogam o miolo fora (porque miolo engorda), como se casca e miolo fossem entidades diferentes.

Eu, que sou normal, gosto de cortar o meu em rodelas; umas seis ou oito pelo menos, para "maximizar" o recheio. Aí, em vez de comer UM sanduíche só, como um com presunto, um com queijo, um com salame, um com geléia, um com mel... Além da diversidade, ainda fico com a ilusão de que estou economizando nas calorias do pão. E nem venham me dizer que essa forma de consumo é tão boa quanto qualquer outra. As chances de eu mudar de opinião são nulas.

23 comentários:

Cassio disse...

Eu AMO miolo de pão !!!

Odeio pão queimado.
Adoro os branquinhos.

Quando era criança, enfiava a mão no pão e tirava o miolo sem cortar :)
Precisava ver a cara do pessoal em casa quando achava o pão parecendo um tubo :)

Hoje a mão grande não me permite este prazer. :(

vivi disse...

Adoro pão.
Mas, ao contrário do Cassio, prefiro os neguinhos...
Branquinho não tem graça; não tem sabor...é aquela coisa mais massuda...
Os pretinhos têm um gingado maior e descem melhor no estômago.

Qdo era pequena, gostava de cortar o pão com as mãos e colocar no café com leite: fazendo papinha.
Era uma delícia, na época.

E viva a diversidade dos pãos franceses! Viva!
Beijos,

J@de disse...

Eu amo pão francês!! E feito o Cássio eu gosto do pão branquinho e do miolo!! Quando eu era criança, no bairro em que eu morava o pão era grande, 200g, e eu sempre vinha da padaria beliscando e furando o pão todo prá comer o miolo!! Ai que saudade!! Só passei a comer pão de 50g quando vim pro Rio, e esse tem que ser cortado no meio com bastante manteiga!! Aff!!
Mas, nos últimos dias, só pão light de fibras...
Gostei do seu jeito de comer o pão viu?
Beijos!!

Renata disse...

Ai, que assunto delicioso! Eu AMO pão francês. Branquinho, bem branquinho, só com um leve dourado em cima. E eu tiro o miolo, mas só porque engorda de verdade, porque acho uma delícia tb. Adoro pão quente com manteiga, de molhar o pão no azeite, antes do almoço de domingo, de chuchar o pão no leite, na sopa....nham!!!!!!!!!!

Ai, que vontade! Só como de fim de semana! No dia-a-dia é pão integral light.

Não tinha um post menos saboroso? Ainda não almocei! rs

Bjos.

Renata disse...

hahahahaha
eu estava logada nos blogs-virais da empresa e, quando vi, tinha assinado o post como "uma pessoa comum, de 68 anos".

hahaahahaha
medo!

MH disse...

hummmm, pão francês é unanimidade...

quando tem pãozinho no café da manhã, já começo o dia feliz, com cara de sábado. Porque durante semana é uma raridade...

Com manteiga, requeijão, cream cheese, salame, queijo, peru, na chapa (com queijo branco, ai que delícia!), com DOCE DE LEITE (tá, comi hoje, com o doce importado hehehe)...

Adauto disse...

Até hoje não entendo esse ABSURDO de jogar o miolo do pão fora. Pelo menos encontrei alguém que concorda comigo.

Mas pão que é pão continua sendo pão mesmo depois de ter deixado de ser pão. Explico: mesmo quando ele não está mais fresquinho, quentinho e fofinho (não acredito que escrevi isso), ainda pode ser cortado em rodelas para torradas. Um pouco de azeite, algum orégano, uma ínfima pitada de sal e um pouquinho de Aji-no-moto (que só eu gosto). Manda tudo pro forno e pronto! Torradas-fênix prontas para o consumo!

Anna disse...

Ana,
Amo pão francês! De qualquer jeito, sempre vario a forma de consumí-lo. Mas comecei a gostar do pão depois dos 18 anos apenas, antes eu raramente comia... Agora eu só não como todos os dias porque não é todo dia que eu lembro que a padaria da esquina de casa fecha às 20h. E sair de manhã cedinho pra comprar pão eu não saio mesmo!!!

Adauto,
Vc não está só... além de gostar do miolo do pão eu ADORO aji-no-moto! Na pipoca, nas torradas feitas assim exatamente como vc falou, na salada...

Beijos,
*Anna*

Mary disse...

Gosto muito de pão...café da manha sem pão, não é legal!rs
Mas minha preferencia é pão doce..Mas não dispenso o pão frances (de sal, para o capixabas)fresco e bem quentinho...
Ah! E tem que ser inteiro...nada de metade (acaba logo)...

beijos

Ana disse...

Amo pão francês! E sou do time dos que tiram o miolo, pq alguem alguma vez me disse que as calorias caem pela metade...enfim.
Agora, pão com doce de leite é sacanagem hein... fiquei com a maior vontade poxa vida!
Beijos

Anna disse...

Ana,
Esqueci de te contar...
Vc viu a novela das "oito" ontem???
Tinha show da Martinália na novela...
Menina... Não me diga que vc "perdeu" aquele showzaço???

Afff... Eu que já não gostava dela antes de conhecê-la, depois que eu vi aquilo ontem... passei a odiar...

Lembei de vc na hora! Pensei comigo, tomara que a Ana não esteja vendo isso!!! Pensei que o pior poderia acontecer, tipo vc jogar a tv pela janela, ou SE jogar pela janela, entrar em colapso nervoso, etc.
Mas pelo jeito vc não viu né? Sorte a sua!

Beijo
*Anna*

Gastón disse...

Pão em rodela, em tira, em naco,na longitudinal, na diagonal... o meu que quero com manteiga

mc disse...

Eu amo pão mais do que devia. Sou capaz de só comer pão!

Meu pai só gosta da casca e tira todo o miolo. E minha mãe prefere o miolo. Não é a coisa mais fofa que você já ouviu sobre pães???

Ana Téjo disse...

Cassio,
Também adoro miolo de pão. O problema é que também adoro a casca.
Quanto ao seu "problema", compra um pão mais largo, ué!

Vivi,
Nunca engoli esse negócio do pão no café com leite. Aliás, me dá arrepio só de lembrar porque eu tinha um tio que fazia isso. Me dava o maior nervoso ver os pedaços de pão boiando naquela xícara...

Ana Téjo disse...

Jade,
Chamava bengala, não era?
Eu também compro esse negócio de pão light de fibras mas, convenhamos: não tem a menor graça, né?

Renata,
Com azeite é espetacular.
Quanto à assinatura, é... o tempo passa e a gente nem percebe!

Ana Téjo disse...

MH,
Fala a verdade: você contou essa história toda só pra gente ficar com vontade, não foi?
E aí? Vamos socializar esse doce?

Adauto,
Então concordamos. Fico imaginando aquele monte de miolos abandonados, no limbo dos miolos de pão... é uma imagem muito tirste, não?
Dá pra fazer muito mais coisa com "o pão que deixou de ser pão": rabanadas, vatapá, pudim de pão...

Ana Téjo disse...

*Anna*,
Já pensou, madrugar para ir à padaria, ainda mais nessa cidade frrrrria em que você vive?...
Ainda lembro da sensação das minhas orelhas e do meu nariz congelando enquanto eu me arrastava pela Rua XV rumo à Federal da Santos Andrade às sete da madruga! Brrrrr!

Mary,
Pão doce, croissant... isso tudo é uma maravilha, mas não convém exagerar, né? Senão, de repente, quando menos percebe, a gente se dá conta de que não passa mais pelas portas.

Ana Téjo disse...

Ana,
Aí você ganha o direito de comer duas cascas para compensar as calorias economizadas? Eu faria isso.
Nem me fale no pão com doce de leite. Essa MH me paga. Humpf!

*Anna*,
Deus é Pai e me poupou dessa tortura.
Eu sou alérgica a novelas, sabe? Não tenho a menor paciência. Quer me ver nervosa? Quer que eu tenha um chilique? Me ponha numa sala fechada com uma TV passando novela.
Felizmente não vi, mas soube. Melhor assim, né? Melhor pra mim e pra ela. Afff!

Ana Téjo disse...

Gastón,
O meu, eu quero com tudo o que couber dentro.

MC,
Isso é o que eu chamo de "um casal que se completa". Vão ser felizes para sempre, sem dúvida.

Anônimo disse...

O meu método:
1) cortar o pão (moreninho) "no sentido da largura"
2) retirar o miolo e reservar
3) retirar lentamente uma delicada lasca do pão, besuntá-la com farta porção de requeijão e levá-la à boca
4) repetir a operação, fazendo toda a volta da circunferência até sobrar apenas a tampinha ou cotovelo
5) besuntar o cotovelo com generosa porção de requeijão e mandar ver
6) passar requeijão no miolo reservado e empaná-lo nas migalhas da casquinha no prato, levando-o à boca no gran finale
7) se desejar, repetir todo o processo com a outra metade do pão

Maravilha...

Beijos,
Cris.

Ana Téjo disse...

Cris,
Sensacional. Aproveitamento máximo.

Anônimo disse...

adorar e uma coisa muito seria, voçe adora um ser, extaordinario que e Deus, agora gostar voce gosta de tudo ate mesmo de um pedaço de pao dormido, quanto voçe realmente esta com fome...................................

Anônimo disse...

amor